Acesse o Internet Banking
×

O acesso às informações do seu cartão
mudou.

Digite o CPF, clique em Primeiro acesso e faça seu recadastro. Se você for um novo cliente, siga os mesmos passos.

Caso tenha Cartão Corporativo, consulte-o por aqui.

Saiba mais

Gerencie seus cartões com o Aplicativo Bradesco Cartões

Baixe agora

Busca
Busca Abrir

Para Você

Abra Sua Conta

Dicas para um Crédito Responsável

Crédito bem utilizado é uma ferramenta importante para estimular a economia. Com ele, é possível conquistar muitos sonhos, mas, para ficar tranquilo, é preciso usar com responsabilidade. Confira alguns cuidados para fazer do crédito um aliado.

1. Contrate apenas o valor que cabe no seu orçamento

Por mais tentadora que seja a oferta, honrar os compromissos assumidos é a prioridade de um orçamento equilibrado. Por isso, faça as contas antes de contratar, verifique se você pode assumir essa parcela durante todo o tempo do contrato e não se esqueça de que crédito com responsabilidade mantém as suas contas no azul.

2. Amigos, amigos; negócios a parte

Para manter os amigos, é melhor deixar os negócios com quem entende. Empréstimos são transações comerciais que devem ser contratadas com instituições financeiras regulamentadas. Só elas podem oferecer segurança para quem empresta e para quem toma o empréstimo.

3. Custos relacionados

Você fez as contas e sabe que, se apertar o cinto, a parcela até cabe no seu bolso. Mas, se você está adquirindo um bem, já considerou todos os custos complementares que ele vai gerar? Por exemplo: se for um carro, lembre-se da gasolina e da manutenção. Já um smartphone ultramoderno, que navega muito bem na internet e nas redes sociais, precisa de créditos com frequência.

4. Valor da parcela

Os especialistas aconselham que o custo de todos os créditos contratados se limite a, no máximo, 30% da sua renda mensal líquida, - dinheiro do salário que entra de fato na sua conta-corrente. Significa que para cada R$ 1 mil que você recebe, no máximo R$ 300,00 devem ser gastos com empréstimos, financiamentos, cartão de crédito, cheque especial, crédito pessoal, prestação de lojas etc. Essa regrinha simples mantém você bem longe da inadimplência.