modal
Acesse o Internet Banking

Baixe agora

Bradesco

Busca
Busca Abrir

Para Você

Abra Sua Conta

Faça do cheque especial um aliado de suas finanças

Tudo depende de quando e como você usa

Originalmente criado para cobrir cheques que ultrapassem o valor que o cliente tem em conta, as formas de utilização do cheque especial hoje são muitas. O limite funciona, na prática, como um empréstimo automático para cobrir o saldo da conta-corrente, conforme a necessidade.

Uma excelente opção para situações de emergência, mas um mau hábito para as suas finanças, quando usado sem planejamento.


  • Um crédito automático

Os extratos de alguns bancos apresentam como total disponível em conta a soma do saldo da conta-corrente com o limite do cheque especial. Lembre-se de que o dinheiro que você possui é somente o saldo da conta-corrente. O cheque especial é um empréstimo disponível para uso automático. Os juros e encargos são cobrados de acordo com o tempo e valor utilizados.


  • Quando usar

Um imprevisto, uma oportunidade imperdível de negócio, uma necessidade de poucos dias, especialmente se o seu banco oferece isenção de juros durante certo período. Para situações como estas, é recomendado o uso do limite do cheque especial, desde que você tenha certeza de que terá recursos para restituir o empréstimo e pagar os custos de seu uso no tempo previsto.


  • Quando não usar

O limite de cheque especial se torna um inimigo das finanças de quem considera esse valor parte de seus recursos. Quem possui esse hábito, costuma usar o salário para cobrir o cheque especial que está sempre perto do limite máximo de uso. Se a situação não for emergencial, mas ainda assim faltarem recursos, existem outras opções de linhas de crédito, vale a pena pesquisar e encontrar a ideal para o momento.


  • Repensar e replanejar

Se o cheque especial já faz parte do seu orçamento, é hora de parar, repensar e analisar as suas despesas. É importante enxugar os gastos e estabelecer limites. Renegociar ou solicitar um empréstimo, pode ser uma boa saída para quitar as dívidas e reorganizar a vida financeira, desde que as taxas do parcelamento sejam mais vantajosas.