Acesse o Internet Banking
×

O acesso às informações do seu cartão
mudou.

Digite o CPF, clique em Primeiro acesso e faça seu recadastro. Se você for um novo cliente, siga os mesmos passos.

Caso tenha Cartão Corporativo, consulte-o por aqui.

Saiba mais

Baixe agora

Bradesco

Busca
Busca Abrir

Para Você

Abra Sua Conta

Quando usar o crédito

Para manter o orçamento equilibrado, o ideal é que as dívidas com operações de crédito não comprometam mais que 30% do seu rendimento líquido mensal. Isso inclui empréstimos, financiamentos, cheque especial, compras parceladas em lojas etc. Dependendo da situação, o crédito é uma solução, mas, se não for usado com responsabilidade, pode ser um problema.

1. Pensei em pedir um empréstimo para quitar uma dívida. Será que é uma boa ideia?
Depende. Verifique o CET – Custo Efetivo Total – do empréstimo e compare com os encargos da sua dívida. Se for menor, vale a pena contratar e negociar com o seu credor um abatimento para quitar, à vista, a dívida anterior. Depois, reduza as despesas até quitar esse novo empréstimo. No entanto, se o CET do novo empréstimo for maior que a dívida atual, é melhor apertar o cinto e quitar a dívida antes de assumir novos compromissos.

2. Quero comprar uma geladeira “que acabou de ser lançada”, mas não tenho dinheiro. Pensei em contratar um crédito. Devo?
Antes de decidir, analise sua necessidade, seu orçamento e a sua capacidade de pagamento. Verifique se esse é o momento ideal para a compra, se a parcela cabe no seu orçamento e se, junto com as demais dívidas, não compromete mais que 30% do seu orçamento. Outra opção é economizar e obter um desconto à vista. Depois de avaliar essas questões será mais fácil decidir.

3. Faltam apenas 5 parcelas para eu terminar de pagar a lavadora e a secadora de roupas. Como meu filho faz 18 anos no mês que vem, queria financiar uma moto para dar de presente a ele. A prestação é baixa e acho que dá
Cuidado! Financiar está se tornando um hábito que pode comprometer suas finanças e virar uma bola de neve. Faltando ainda 5 meses para quitar 2 dívidas, você já quer assumir um novo compromisso. Uma prestação baixa não é sinal verde para assumir um crédito. Não esqueça que juntas pequenas prestações podem somar um grande valor.

O controle está em suas mãos

O importante é você ter objetivos claros, um orçamento sob controle e uma noção realista da sua capacidade de pagar dívidas. Uma opção é reservar antecipadamente o valor que você precisa para adquirir o bem e só então decidir: pagar à vista ou aplicar suas reservas e, enquanto o seu dinheiro rende, você adquire o bem parcelado. Essa é uma ideia interessante para quando o preço à vista puder ser parcelado sem juros.

Pense em uma necessidade e certamente encontrará no mercado a solução de crédito que você busca e os profissionais preparados para ajudá-lo a encontrar a alternativa mais adequada ao seu perfil. O gerente do seu banco é uma boa fonte. Converse com ele para escolher a melhor opção de crédito para você. Com planejamento e ajuda profissional você fica mais perto de seus objetivos.