cadeado acessar sua conta
  • ?
  • .
Acesse sua conta pelo Aplicativo Bradesco Ok

O que é previdência?

Previdência é como uma reserva financeira que você constrói hoje pensando no amanhã. É aquele dinheiro guardado ao longo dos anos pra ser usado quando você se aposentar, se precisar parar de trabalhar ou, ainda, pra realizar projetos importantes.

No Brasil, quem contribui para o INSS - Instituto Nacional de Seguro Social - INSS tem direito à previdência social. A contribuição é obrigatória para os trabalhadores que exercem atividade remunerada vinculada ao Regime Geral de Previdência Social - RGPS e facultativa para quem não tem esse vínculo, mas é maior de 16 anos e deseja receber o benefício no futuro.

Pra saber mais sobre as regras da aposentadoria, benefícios e assistências sociais, acesse Ministério da Previdência Social.

Previdência privada ou complementar

Muitas pessoas fazem um plano de previdência complementar pra garantir uma fonte de renda na aposentadoria ou pra desenvolver projetos pessoais de longo prazo. Ela é opcional e pode ser contratada por qualquer pessoa (modelo aberto) ou por empresas, grupo de empresas e sindicatos (modelo fechado).

Seus principais diferenciais são:

A mensalidade e o tempo de contribuição dependem da idade e do valor pretendido pra aposentadoria

Pode ser contratada para menores de 16 anos

As pensões podem ser vitalícias ou temporárias, pagas mensalmente ou de 1 só vez

Os recursos podem ser resgatados antecipadamente, com algumas restrições contratuais e fiscais

A previdência complementar tem 2 fases:

  • Fase de acúmulo: período em que se faz depósitos mensais e avulsos para juntar recursos
  • Fase de renda: período em que se recebe o dinheiro acumulado
  • Existem 3 tipos de renda na previdência complementar:

  • Temporária: a pensão é mensal enquanto o contratante estiver vivo e o benefício é encerrado com seu falecimento
  • Vitalícia: a pensão mensal enquanto o contratante estiver vivo e o benefício é encerrado com seu falecimento
  • Vitalícia reversível ao beneficiário: a pensão é mensal enquanto o contratante estiver vivo e, após seu falecimento, um percentual desse dinheiro é destinado a um beneficiário indicado por ele
  • Existem 2 tipos de taxas nos planos de previdência privada:

  • Taxa de administração financeira: cobrada pra administrar o dinheiro do fundo de investimento exclusivo do plano
  • Taxa de carregamento: incide sobre os depósitos no plano pra cobrir despesas de corretagem e administração
  • Antes de contratar um plano de previdência privada, leia atentamente o contrato. Em caso de dúvidas, consulte a Susep - Superintendência de Seguros Privados

    Planos de Previdência - PGBL e VGBL

    Dois caminhos pra sua aposentadoria e seus projetos futuros

    Se você já resolveu criar uma reserva para o futuro, é hora de conhecer os planos de previdência que pode contratar.

    Eles podem ser usados pra complementar sua renda na aposentadoria ou pra concretizar outros projetos, de acordo com seus objetivos.

    Dependendo do tipo de declaração de Imposto de Renda que você faz, um dos dois pode ser mais vantajoso. Conheça todas as características dos 2 antes de decidir.

    Nos 2 tipos de plano, durante o período de contribuição, a rentabilidade não é tributada.

    Esse é um investimento de longo prazo, no qual você escolhe o valor da contribuição (mensal ou única), o prazo de contribuição e como quer receber. A instituição financeira se responsabiliza pela gestão dos seus recursos, mas você pode escolher o perfil de risco da Previdência.

    Existem, basicamente, 2 planos de previdência privada complementar do tipo aberto:

  • PGBL - Plano Gerador de Benefício Livre
  • VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre
  • A principal diferença entre o PGBL e o VGBL é tributária, ou seja, quando e como você paga ou abate os impostos sobre o investimento. É importante saber que um plano não exclui o outro. Ao contrário, eles podem ser complementares.

    Pontos comuns entre o PGBL e o VGBL:

    Oferecem várias opções de benefícios e de extensão aos beneficiários: renda mensal vitalícia, renda mensal temporária, resgate único, entre outras

    As contribuições e os benefícios devem ter seus valores atualizados pela variação do índice acordado em contrato

    Têm a possibilidade de resgate, conforme cláusulas contratuais

    Podem oferecer benefícios além da renda, como pensão por morte, renda por invalidez e outros

    Podem ser contratados para menores de idade

    Contam com diversas opções de fundos de investimento, diferentes combinações de aplicação em renda fixa e renda variável

    Diferenças entre os planos

    PGBL

    Indicado se você:

    Faz declaração completa do IR

    Contribui para a Previdência Social

    Já se aposentou

    Pretende investir até 12% de sua renda bruta anual em previdência privada

    Durante o período de acumulação:

    Os recursos depositados podem ser deduzidos do IR até o limite de 12% da renda bruta anual, com a condição de que o contribuinte recolha o INSS ou seja aposentado

    Resgate: tributação do IR sobre valor total (contribuições e rendimentos)

    Durante o recebimento do benefício:

    O valor recebido está sujeito à tributação do IR

    VGBL

    Indicado se você:

    Faz declaração simplificada

    Contribui ou não para a Previdência Social ou Regime Próprio

    Tem isenção de IR

    Pretende investir mais de 12% de sua renda bruta anual em previdência privada

    Durante o período de acumulação:

    Os recursos depositados não são dedutíveis no IR

    Resgate: tributação do IR somente sobre os rendimentos

    Durante o recebimento do benefício:

    Somente os rendimentos do valor recebido estão sujeitos à tributação do IR

    Quando PGBL e VGBL se complementam?

    Se você é contribuinte do INSS, usa o modelo completo de declaração de IR e planeja investir mais de 12% de sua renda anual em previdência privada, é melhor contratar um plano combinado de PGBL e VGBL:

    12% da renda bruta anual direcionados para o PGBL

    O que exceder este limite é direcionado para o VGBL

    Previdência social e previdência privada: entenda as diferenças

    Previdência social

    Na previdência social, o INSS - Instituto Nacional de Seguridade Social - distribui a renda ao trabalhador contribuinte, quando ele perde a capacidade de trabalho por doença, acidente, invalidez, idade avançada, maternidade, reclusão, morte e desemprego involuntário.

    Os recursos para o pagamento saem do Fundo de Previdência, que recebe as contribuições. Entre elas, as de todos os trabalhadores formais, diretamente ou por meio de seus empregadores.

    Para os servidores públicos, existem sistemas específicos, que são os Regimes Próprios de Previdência Social.

    Quem tem direito aos benefícios da previdência social?

    Todos os segurados e seus dependentes. A seguridade social - aposentadorias, auxílios, pensões e outros benefícios - retira cerca de 23 milhões de brasileiros da condição de pobreza (PNAD/IBGE - 2011)

    Defasagem entre aposentadoria X salário

    Dependendo do seu salário, a aposentadoria paga pela previdência social será inferior ao que você recebeu durante sua vida útil profissional, alterando o padrão de vida na aposentadoria. Quanto mais alto for o salário, maior a diferença, pois existe um teto salarial limite, que em 2012 foi de R$ 3.912,20.

    No gráfico abaixo, simulamos a defasagem entre o salário do trabalhador na ativa e a aposentadoria para cada faixa salarial.

    O bloco vermelho apresenta os percentuais do salário que o trabalhador receberá quando se aposentar. No bloco azul, os salários integrais.

    Os valores do gráfico consideram, apenas, os tetos salariais da previdência social, excluindo variáveis como tempo de contribuição e idade de aposentadoria.

    Previdência complementar ou privada

    É a opção mais utilizada para o complemento de renda na aposentadoria. Contribuindo por determinado período, você acumula recursos para usar no futuro. Você pode escolher entre renda vitalícia, temporária ou outras modalidades, de acordo com o regulamento do plano contratado. Quanto mais cedo você começar a contribuir, menor será o valor de contribuição e maiores os benefícios. A contratação de um plano não dispensa a contribuição para o regime de previdência social do INSS.

    Tipos de entidades de previdência privada

  • Entidade aberta: oferece planos individuais de previdência privada aberta, para qualquer pessoa física. Eles podem ser de 2 tipos:
  • PGBL - Plano Gerador de Benefício Livre: recomendado para pessoas com maior renda, mais despesas a deduzir e que declarem imposto de renda pelo modelo completo. O valor pago ao plano pode ser abatido do Imposto de Renda até o limite de 12% da sua renda bruta anual. Na época do saque do PGBL, você terá de pagar o imposto referente ao total depositado no fundo
  • VGBL - Vida Gerador de Benefício Livre: o valor pago ao plano não pode ser abatido no Imposto de Renda, mas, na hora do saque, será cobrado apenas o imposto sobre os rendimentos obtidos
  • Entidade fechada: oferece planos de previdência complementar exclusivamente para funcionários de determinada empresa, ou de empresas de um mesmo grupo, associações de classe ou sindicatos
  • Vantagens da previdência privada

    É possível contratar um plano e escolher quanto vai poupar todos os meses, de uma só vez ou nos momentos em que tiver disponibilidade financeira, e por quanto tempo

    Após o prazo escolhido, você começa a receber o dinheiro de acordo com sua opção: de forma vitalícia, resgatando todo o dinheiro poupado ou, ainda, receber aos poucos, durante um prazo determinado

    Como a contribuição para a previdência pública continua sendo feita, ao se aposentar você receberá o benefício previdenciário mais os rendimentos da previdência privada

    Fale com aBIA

    Quer tirar dúvidas
    com a BIA?

    É só apontar a câmera do celular
    para o QR Code.

    QR Code BIA

    Cookies

    • São cookies necessários para que o site funcione adequadamente ou para fornecer o serviço solicitado pelo usuário. Desta forma, são cookies de personalização que permitem que o usuário se lembre de informações, como algumas características que podem diferenciar sua experiência da experiência de outros usuários, como o idioma ou o número de resultados a ser mostrado numa busca São considerados necessários e, portanto, não estão sujeitos a consentimento.
    • Esse tipo de cookies nos permite reconhecer e contabilizar o número de visitantes em nosso site e analisar como ele é navegado e utilizado Eles permitem a execução de perfis de navegação, mas não coletam informações pessoais Isso inclui Google Analytics um serviço de análise da web fornecido pelo Google, Inc Para mais informações sobre como o Google coleta e processa essas informações, acesse: policies google
    • Você pode consultar nossa política de cookies a qualquer momento aqui ou no site.
    • Aceitar e Salvar