Já pensou em como seria prático acessar, pelo Bradesco, as informações de outras instituições financeiras com as quais você tem relacionamento?

Foto notebook e celular

Com o Open Banking*, regulamentado pelo Banco Central do Brasil, isso será possível!

* O Open Banking entra em vigor em fevereiro de 2021, mas o compartilhamento de seus dados será permitido a partir de 15/07/2021.

VANTAGENS

Com o Open Banking, você pode ter mais controle sobre sua vida financeira ao gerenciar contas bancárias e gastos em um só lugar.

Além disso, ao compartilhar suas informações, conhecemos mais seu perfil para oferecer as melhores ofertas e condições de produtos – e você não precisa ser correntista em um banco pra participar. Basta ter algum tipo de relacionamento com a instituição.

VOCÊ É O DONO DOS SEUS DADOS

O compartilhamento de seus dados cadastrais e movimentações financeiras de outras instituições, pelo Open Banking, é feito por meio de nossos canais digitais apenas se você autorizar – e é possível cancelar essa autorização depois, se quiser.

Celular em destaque com imagem de graficos

QUAIS DADOS POSSO COMPARTILHAR?

O compartilhamento de dados do Open Banking acontecerá em 4 fases.

Para ver mais detalhes sobre cada fase e suas datas, acesse aqui

INSTITUIÇÕES PARTICIPANTES DO OPEN BANKING

A partir da fase 1 do Open Banking, a participação é obrigatória para as maiores instituições financeiras, classificadas assim pelo Banco Central.

Na fase 3, participam – obrigatoriamente – todas as instituições detentoras de contas, transações de pagamentos ou com contrato de correspondente pelas instituições financeiras e de pagamento reguladas pelo Banco Central.

As demais instituições podem participar de forma voluntária, mas, se optarem por receber dados a partir da fase 2, tornam-se obrigatórias.

Centro urbano com ruas e prédios com faxada espelhada

OPEN BANKING PARA DESENVOLVEDORES

Você, desenvolvedor, já pode conferir as especificações técnicas das nossas APIs no site Bradesco developers.

PIX E OPEN BANKING

O PIX possibilita fazer transações de pagamentos e transferências todos os dias, a qualquer hora e para todos os bancos. Já o Open Banking permite o compartilhamento de dados e serviços entre as instituições financeiras.

Se você quer saber mais sobre o PIX, acesse aqui.

SEGURANÇA

O sistema do Open Banking foi criado para garantir a autenticidade das instituições participantes, que compartilharão os dados de forma criptografada, mas cada instituição financeira é responsável pela segurança do compartilhamento dos dados de seus clientes.

Por isso, se você receber qualquer mensagem solicitando o compartilhamento dos seus dados, só confirme seu consentimento se souber quais informações serão compartilhadas e com qual instituição.

Se tiver dúvidas, entre em contato com a instituição que mandou a mensagem.

O Open Banking e o Bradesco adotam todas as medidas de segurança, respeitando sempre a Lei Geral de Proteção de Dados, como você pode conferir em nossa Diretiva de Privacidade.

Para conferir o FAQ do Banco Central na íntegra, acesse aqui.

FAQ

O Open Banking, ou Sistema Financeiro Aberto, é o compartilhamento padronizado de dados sobre produtos, informações financeiras e serviços pelas instituições autorizadas pelo Banco Central.

Pessoas física e jurídica que tenham produtos ou serviços financeiros.

Você, cliente, poderá ter mais controle sobre sua vida financeira e, ao compartilhar suas informações, as instituições conhecerão mais o seu perfil para oferecer as melhores ofertas e condições de produtos, além de outros benefícios.

Podem participar do Open Banking as instituições financeiras, de pagamento e demais instituições autorizadas pelo Banco Central.

Algumas instituições têm participação obrigatória desde o início do Open Banking, enquanto outras poderão decidir se participarão ou não.

O compartilhamento de dados do Open Banking acontecerá em 4 fases:

  • Na fase 1, com início em 01/02/2021, os dados compartilhados não serão dos clientes, e sim das maiores instituições financeiras, classificadas assim pelo Banco Central, com informações sobre canais de atendimento, produtos e serviços. Nessa fase, a participação é obrigatória para essas instituições
  • Na fase 2, a partir de 15/07/2021, você poderá compartilhar seus dados cadastrais e de transações de contas de depósito à vista, poupança, pagamento pré-pagas, cartão de crédito e operações de crédito
  • Na fase 3, que começa em 30/08/2021, você pode solicitar uma transação de pagamento e encaminhamento de proposta de operação de crédito
  • Na fase 4, que inicia em 15/12/2021, outros dados poderão ser compartilhados, como operações de câmbio, investimentos, seguros e conta-salário

O compartilhamento dos seus dados, feito por um ambiente digital seguro, acontece apenas se você autorizar – e é possível cancelar essa autorização depois, se quiser.

Só você pode autorizar o compartilhamento dos seus dados, que será feito sempre em um ambiente digital seguro, por meio dos processos de autenticação que já usa.

A partir de 15/07/2021, você poderá autorizar o compartilhamento de seus dados cadastrais e transacionais de contas de depósito à vista, poupança, pagamento pré-pagas, cartão de crédito e operações de crédito.

A partir de 15/07/2021, você poderá compartilhar seus dados com as instituições financeiras, de pagamento e demais instituições participantes do Open Banking, autorizadas pelo Banco Central.

Primeiro, é necessário fornecer seu consentimento no ambiente da instituição que vai acessar seus dados. Em seguida, você será redirecionado para sua instituição financeira ou de pagamento atual para autenticar sua identidade e confirmar o compartilhamento.

Não. O compartilhamento entre as instituições participantes do Open Banking não pode acontecer sem o seu consentimento.

Você poderá autorizar o compartilhamento de seus dados por meio de canais digitais, como app e internet banking, das instituições financeiras ou de pagamentos.

Sim. A partir de 15/07/2021, você poderá selecionar os dados que serão compartilhados.

A segurança com os dados dos clientes é um dos princípios do Open Banking. Por isso, as instituições participantes devem cumprir uma série de requisitos para garantir autenticidade, segurança e sigilo das informações compartilhadas.

Sim. Você pode pedir o cancelamento do compartilhamento na instituição em que deu o consentimento ou na instituição que transmitiu seus dados.

Sim, desde que você permita e seja uma instituição autorizada pelo Banco Central.

Essa funcionalidade estará disponível a partir de 30 de agosto de 2021.

Ao receber qualquer mensagem solicitando o compartilhamento dos seus dados, só confirme seu consentimento se souber quais informações serão compartilhadas e com qual instituição. Em caso de dúvidas, entre em contato com a instituição que mandou a mensagem.

Sim. Para compartilhar dados pelo Open Banking, basta ter algum tipo de relacionamento com a instituição, assim, você consegue fazer o compartilhamento dos dados se autenticando por um de seus canais digitais.

O compartilhamento de dados e serviços do Open Banking acontecerá por meio de APIs (Application Programming Interface), que é uma tecnologia que permite a troca de informações de forma padronizada e segura.

Em breve, teremos um portal exclusivo com as especificações técnicas das nossas APIs.

API (Application Programming Interface) é uma tecnologia usada para permitir a troca de informações de forma padronizada em um sistema seguro. O Open Banking será feito por meio de APIs.

O PIX é uma solução que permite fazer transferências e pagamentos instantâneos todos os dias, a qualquer hora e para todos os bancos.

Já o Open Banking, ou Sistema Financeiro Aberto, é o compartilhamento padronizado de dados sobre produtos, informações financeiras e serviços pelas instituições autorizadas pelo Banco Central.

O PIX, que permite fazer transferências e pagamentos instantâneos a qualquer hora, dia e para todos os bancos, pode ser utilizado independentemente se você aderiu ou não ao Open Banking. Para saber mais sobre o PIX, acesse aqui.

O Open Banking e o Bradesco adotam todas as medidas de segurança, respeitando sempre a Lei Geral de Proteção de Dados, como você pode conferir em nossa Diretiva de Privacidade.

Para conferir o FAQ do Banco Central na íntegra, acesse aqui.

Voltar ao topo

Cookies

  • São cookies necessários para que o site funcione adequadamente ou para fornecer o serviço solicitado pelo usuário. Desta forma, são cookies de personalização que permitem que o usuário se lembre de informações, como algumas características que podem diferenciar sua experiência da experiência de outros usuários, como o idioma ou o número de resultados a ser mostrado numa busca São considerados necessários e, portanto, não estão sujeitos a consentimento.
  • Esse tipo de cookies nos permite reconhecer e contabilizar o número de visitantes em nosso site e analisar como ele é navegado e utilizado Eles permitem a execução de perfis de navegação, mas não coletam informações pessoais Isso inclui Google Analytics um serviço de análise da web fornecido pelo Google, Inc Para mais informações sobre como o Google coleta e processa essas informações, acesse: policies google
  • Você pode consultar nossa política de cookies a qualquer momento aqui ou no site.
  • Aceitar e Salvar